quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Sufocar


Enconto-me no meio de uma multidão, agitada, por entre dias prenchidos de stress. Uma quantidade de gente que me cerca, que me prende, mas por dentro, a minha alma sente-se só. É como se não houvesse ninguém ao meu lado, como se não houvesse um sentido para cada presença na minha vida.
Divago, deambulo pelo meu mundo, á procura de um ramo onde me agarrar, para que não me deixe ser levada por esta corrente repentina que em mim se instalou...
Por momentos até tenho o desejo de me deixar levar por ela, para que possa encontrar uma nova história e esquecer a que me enlouquece. Mas pondo as mãos na consciência e reflectindo um pouco mais, acabo sempre por perceber que fugir não é uma solução possível nem encaixa na minha história...
Sou mais forte que isso, sou mais forte que tudo o que me sufoca diariamente e eu conseguirei respirar ar puro, aqui, no meu mundo, na minha história presente.
Sou forte, apenas ando mais frágil, como diria o principezinho, precisava de ser coberta com uma redoma de vidro! Acho que estou a precisar de um amigo como ele!!

3 comentários:

João Pedro disse...

Força amiga. Acredita que melhores dias virão. Tenho a certeza. ;-)

Beijo,

Suzz disse...

Obrigado querido!! =)
A tua força já me ajuda muito*

beijao

Caranguejo disse...

Infelizmente ao contrario do principezinho na vida não há redomas nem nos podemos fechar numa imaginaria, eu sei que é difícil mas se tentares e fechares os olhos e pensares nas coisas boas que a vida te dá e principalmente naquelas que ainda te vai dar, vais ver que quando os abrires vais ver um mundo cheio de cor, brilho e luz.

Muitas vezes dou por mim a pensar o mesmo são fases mas acho que a vida é curta demais para nos darmos tanta tristeza no entanto o que mais nos magoa é a tristeza causada pelos outros…


Beijo Grande